Check-list de otimizações do Wordpress

Carregamento de imagens

Poucos sabem que ao carregar um site, os navegadores baixam somente dois arquivos simultaneamente, o que causa uma certa lentidão, ainda mais se usar várias imagens. Uma dica é alocar essas imagens em um subdomínio diferente, mudando a pasta de upload para um subdominio como img.seudominio.com ou imagem.seudominio.com, e alterando o local de upload em Configurações > Midia.

Otimizando as imagens com WP-Smush.it

A otimização de imagens é bem falado no meio WEB, mais um meio de acelerar esse processo no WordPress é usando o Plugin WP Smush.it, que já faz todo o processo dentro do painel administrativo.

Utilizar Plugin W3 Total Cache

Use um plugin de cache como o Cache Total W3, ele cria uma cópia em html do seu blog e é esta cópia que é mostrada aos seus leitores. Isso aumenta bastante a velocidade de carregamento do seu site.

Comprimir código

Todos seus arquivos em texto (html, php, css, javascript) podem ser comprimidos, tipo um arquivo zip, antes de ser enviado ao usuário. Isso garante velocidade no carregamento de suas páginas.

Isso é feito em seu arquivo .htaccess que fica no root do seu FTP, edite-o e coloque o seguinte código.

<ifmodule mod_gzip.c>
mod_gzip_on Yes
mod_gzip_dechunk Yes
mod_gzip_item_include file .(html?|txt|css|js|php|pl)$
mod_gzip_item_include handler ^cgi-script$
mod_gzip_item_include mime ^text/.*
mod_gzip_item_include mime ^application/x-javascript.*
mod_gzip_item_exclude mime ^image/.*
mod_gzip_item_exclude rspheader ^Content-Encoding:.*gzip.*
</ifmodule>

Ativar Mod Defate no Apache >= 2.x

<IfModule mod_deflate.c>
<FilesMatch “.(css|js|x?html?|php)$”>
SetOutputFilter DEFLATE
</FilesMatch>
</IfModule>

Reduza os scripts externos

Quando seu blog carrega lentamente, você deve pensar seriamente e remover os Widgets de Páginas de Fãs, últimas atualizações do Twitter, botões com Tweetmeme, pois estes estão fazendo que o carregamento de seu site dependa de outro site. Se você vai usar botões como Tweetmeme, procure usar o plugin ao invés de um script externo.

Template tags com caminhos absolutos

Ao invés de usar as template tags para requisitar chamadas no banco de dados, substitua-as por caminhos estáticos, como por exemplo:

bloginfo('atom_url') // http://dominio.com/feed
bloginfo('charset') // UTF-8
bloginfo('html_type') // text/html
bloginfo('name') // Nome do site
bloginfo('pingback_url') // http://dominio.com/xmlrpc.php
bloginfo('rss2_url') // http://dominio.com/feed
bloginfo('stylesheet_url') // http://dominio.com/wp-content/themes/tema/style.css
bloginfo('template_url') // http://dominio.com/wp-content/themes/tema
bloginfo('url') // http://dominio.com
bloginfo('version') // Versão do WordPress
wp_title() // Título do blog

Otimizando o Arquivo wp-config.php

Evitar as consultas no banco de dados acelera e muito seu WordPress. E umas das dicas é evitar as requisições de funções que podem ser feitas manualmente em seu arquivo wp-config.php.

Abra seu arquivo no seu editor de preferência e coloque ou altere as seguintes linhas;

define(‘WP_HOME’, ‘http://dominio.com’);
define(‘WP_SITEURL’, ‘http://dominio.com’);
define(‘TEMPLATEPATH’, ‘/absolute/path/to/wp-content/themes/active-theme’);
define(‘STYLESHEETPATH’, ‘/absolute/path/to/wp-content/themes/active-theme’);
define(‘STYLESHEETPATH’, ‘/absolute/path/to/wp-content/themes/active-theme’);
define(‘WP_POST_REVISIONS’, 3); //Altere o 3 de acordo com o numero do seu interesse
define(‘WP_POST_REVISIONS’, false);
define(‘WP_CACHE’, true);
define(‘ENABLE_CACHE’, true);